Engenharia e a retomada do crescimento do Brasil

Muito se tem estudado e publicado o quanto a educação, ampla, abrangente e de alto nível, faz diferenças no desenvolvimento das nações e regiões. Dentre todo o mosaico e resultados das disciplinas da Engenharia encontramos fatores determinantes para o desenvolvimento econômico das nações. Cada vez mais a criação e a produção de bens de crescentes valores agregado fazem a diferença na balança comercial do mundo globalizado. A capacidade dessa projeção depende de vários fatores, entre eles a existência, quantidade e qualidade de profissionais de Engenharia. Com a rápida evolução da tecnologia e a consequente obsolescência das existentes, a formação do engenheiro deve privilegiar múltiplos conteúdos essenciais, ensinando-o a se adaptar rapidamente aos novos conhecimentos e técnicas.

Por essa razão, a pulverização de especialidades estanques, ou não, é uma política profissional desejável. Além da necessidade de revisão dos currículos e das formas de integrar os conhecimentos científicos, tecnológicos, econômicos e mercadológicos, é preciso estabelecer uma nova política para o corpo docente das faculdades de Engenharia, associando a formação acadêmica avançada à experiência prática dos melhores profissionais do mercado, criando condições para uma coexistência altamente produtiva.

Em todas as reuniões das Comissões Econômicas para América Latina e Caribe da Organização das Nações Unidas (Cepal/ONU), têm recomendado uma prioridade da Educação nos programas de formação de profissionais dos jovens, dando ênfase essencial à Engenharia. A engenharia engloba um conjunto maior de conhecimentos e habilidades, pois o bacharel domina conceitos em Administração, Economia e da própria Engenharia. Isso tudo, parece ser intrincado em demasia para o jovem que se questiona sobre qual a competência que pensa atingir e em qual setor. Mas não é isso. Ao contrário essa dúvida que assola a cabeça do jovem engenheiro em potencial pode se tornar um excitante processo de avaliar o peso de cada valor, algo muito importante para antecipar o prazer de trabalhar e, ao final, ver o seu trabalho materializado.

Tudo isso somado faz o desenvolvimento humano e mesmo natural, mas para tanto precisamos de algo importante, de você, equipado com as armas da educação, trabalhando para tornar a vida de todos, a maioria de desconhecidos, mas necessitando das mãos mágicas do engenheiro, pois sem ele, muito do que temos pode não ser suficiente para o desenvolvimento econômico tão postulado por todos. E, vamos nos desejar felicidade e sucesso para encerrar o período de vida que nos é dado, do nascimento à morte, com contribuições que somente os bons podem fazer!.